Logo do Site

odontoPor Lélia Araújo
Matéria escrita na disciplina de extensão de integração acadêmica do Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas: Microbiologia e Imunologia.

A cárie é uma das doenças bucais mais comuns. Mesmo ela sendo bastante conhecida, poucos sabem as suas causas. Apenas entendendo o porquê ela ocorre é que se conseguirá combatê-la. Além da cárie, existe outra doença que afeta grande parte da população e é menos conhecida: a doença periodontal.
Cárie
A cárie é uma doença infecto-contagiosa multifatorial, isto é, depende de vários fatores para se instalar. Para se desenvolver, a cárie precisa de uma microbiota específica, uma dieta rica em carboidratos, e uma higiene precária. A cárie é uma doença bacteriana cujo agente principal é o Streptococcus mutans que produz um ácido capaz de desmineralizar o esmalte dentário. Existem também o Lactobacillus sp e a Actinomyces sp que juntos ao Streptococcus mutans danificam as estruturas dentárias. Sem a higiene adequada, essas bactérias invadem as estruturas mais internas do dente (dentina e polpa) e causam a necrose (morte) do dente. Sabendo disso, é preciso optar por uma dieta mais saudável, evitando alimentos que contenham açúcares e escovar os dentes adequadamente removendo todo acúmulo bacteriano.

Doença periodontal (periodontite)
Assim como a cárie, a periodontite também é uma doença multifatorial que precisa de uma microbiota específica e uma má higiene oral. As principais bactérias da doença periodontal são Prevotella intermédia, Tannerella forsythia, Treponema denticola, Porphyromonas gingivalis. Essas bactérias em desequilíbrio com a microbiota da gengiva sinalizam inflamação para o sistema imune inato (neutrófilos e o sistema complemento). Com a não remoção dessas bactérias, elas continuam danificando o tecido e o sistema imune adaptativo (linfócitos) é recrutado para tentar combater a invasão bacteriana. Esses patógenos produzem enzimas que danificam as estruturas de sustentação do dente (ligamento periodontal, cimento, osso alveolar), o que pode levar a perda dentária. Inicialmente, ocorre a gengivite que é apenas uma inflamação da gengiva, que pode ser revertida. Alguns indivíduos progridem para um quadro de periodontite que é quando ocorre a perda das estruturas de sustentação do dente. A periodontite é uma doença crônica que precisa de acompanhamento odontológico, caso contrário ela pode levar a perda do elemento dentário. 

gengiviteConclusão
Seja cárie ou periodontite, a boa higiene oral é essencial para prevenir ambas as doenças. Existirão, contudo, pacientes mais susceptíveis a apresentar um ou outro tipo de doença, mas uma vida desregrada, sem bons hábitos alimentares e uso de cigarro agravam essas condições. A melhor forma de promover a saúde é ensinando como prevenir as doenças e incentivar bons hábitos tanto alimentares quanto de higiene. Com a escovação adequada e uso do fio dental é possível eliminar boa parte das bactérias patogênicas e diminuir os riscos dessas doenças. A qualquer sinal de alteração na cavidade bucal, a melhor opção é procurar um cirurgião-dentista e manter a rotina de uma vez por ano visitar o dentista, mesmo que não haja sintomas. Dessa forma, a sociedade se tornará um lugar de sorrisos mais saudáveis.

Referências

http://www.usc.br/biblioteca/salusvita/salusvita_v25_n2_2006_art_09.pdf acesso: 17 de junho de 2016.

http://revodontolunesp.com.br/files/v33n3/v33n3a06.pdf acesso: 17 de junho de 2016.

http://periodicos.unitau.br/ojs-2.2/index.php/biociencias/article/viewFile/105/79 acesso: 17 de junho de 2016.

 

  • sbctacnpqfaperjcapespetrobrassbm
  • rede de tecnologiafinep 2agencia de inovacaosebraeembrapanpi
  • projeto coralperiodicosCurta Logo Print 2
Topo